Produtora de platina implementa tecnologia para reduzir emissão de SO2

Medida visa assegurar que as operações atinjam as metas do padrão de qualidade de ar estabelecidas pelos padrões internacionais de melhores práticas

A Anglo American Platinum iniciou um projeto para a redução de dióxido de enxofre SO2. Ela implementará a nova tecnologia de Ácido Sulfúrico Úmido (WSA) na fundição, que deverá reduzir as emissões de SO 2 em cerca de 96%. A construção está prevista para ser concluída até o final de 2020.

A empresa começou a buscar soluções técnicas para a redução de SO 2 em sua fundição de Polokwane, ao norte da África, em 2010. A proposta é regularizar a situação de acordo com a implementação das Novas Normas Mínimas de Emissões para o SO 2 dadas pelo Departamento de Assuntos Ambientais.

O processo WSA captura o gás SO 2 do forno e o converte em ácido sulfúrico. Essa será a primeira vez que a tecnologia é empregada no forno elétrico Platinum Group Metals (PGM) para produzir ácido de alta resistência. Esta tecnologia foi selecionada a partir de quarenta outras diferentes devido à sua adequação para tratar gás com o nível ainda na fundição.

O CEO da Anglo American Platinum, Chris Griffith, disse que o grupo está se esforçando para continuar minimizando os impactos ambientais por meio de abordagens inovadoras, reconhecendo o valor e a escassez dos recursos naturais. Segundo ele, essa tecnologia “garantirá que as operações atinjam as metas do padrão de qualidade de ar estabelecidas pelo Grupo, bem como os padrões internacionais de melhores práticas”.

De acordo com ele, “há uma ampla parceria com a indústria, o governo, a sociedade civil e as comunidades para abordar os desafios ambientais e garantir um futuro sustentável para todos”.

O valor de investimento para desenvolver o projeto de redução na fundição de Polokwane é de R $ 1,57 bilhão e criará cerca de 500 empregos, dará trabalho para cerca de 14 empresas e concederá serviços de tempo integral a 30 pessoas. Desde 2013, a Anglo American Platinum registra um excelente histórico de conformidade ambiental, não reportando nenhum incidente ambiental significativo.